terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

O que seus perfis nas redes sociais dizem a seu respeito?

Essa não é a primeira vez que você lê sobre o assunto, até porque com o advento das redes sociais, esse é um tópico que sempre volta a ser debatido. Porém, mesmo com a repetição de vários especialistas no assunto "etiqueta na rede", acho necessário voltarmos nossas atenções quando o quesito é seleção de emprego ou avaliação de um headhunter.
Deixa eu começar com algumas perguntas:
1. Seu "currículo" é condizente com a pessoa que de fato você é?
2. Você sabia que algum headhunter pode estar próximo de você?
3. Você tem pensado de maneira estratégica sobre sua carreira?
Eu quero te convidar a pensar nessas questões com carinho.
Quando paramos para analisar o mercado atual chegamos a várias conclusões, mas uma que ninguém nega é que, cada vez mais, há uma concorrência enorme. Esse dado não deve nos amedrontar, mas nos fazer parar e tomar medidas que nos permitam avançar.
Pense bem: quantos bons profissionais (com excelente formação e portifólio) estão nesse momento desempregados ou em colocações que não maximizam suas habilidades e como salários medíocres? O que os levou a uma situação dessas? O que eles poderiam fazer para serem notados? Eles falharam em algo?
Há sempre algo que os levaram a falhar (mesmo que seja uma fatalidade).
Quero falar com você o básico: seja um estrategista! Analise bem como está seu comportamento (INCLUSIVE nos perfis de site de relacionamentos). Quanto você quer valer?
Então vamos lá responder aquela velha questão: "eu não posso expor os meus pensamentos, postar aquela foto na praia com os amigos tomando uma cerveja, ou ainda publicar aquela foto na cama com os famosos filtros?".
Resposta: pode! Não tenha medo de ser você, mas pondere! Todo mundo gosta de se divertir, de mostrar que está com o corpo em dia, mas o EXCESSO pode sim atrapalhar. Pesquisas com recrutadores afirmam que após a triagem dos currículos, o que mais se faz é pesquisar sobre os candidatos nos principais sites de relacionamentos como o Facebook e acreditem, Instagram! E geralmente, recrutadores conhecem outros recrutadores, eles pedem a opinião e indicações uns dos outros.
O que você precisa mesmo evitar é passar uma imagem negativa como apoiar atos violentos, iniciativas machistas, pornografia, assim como erros grotescos de ortografia (sim, se você sabe escrever corretamente, seu perfil também terá essa característica) e principalmente conteúdos que dissoam da política da maioria das empresas. Mas de maneira genérica, não cometa deslizes de pessoas leigas.
Por isso fique atento!
# Dica 1
Conheça como profissionais da sua área se comportam. Invistir em sua formação é essencial, mas saber como as habilidades comportamentais de pessoas de sucesso as ajudaram a chegar onde estão, revelará a você que somente técnica não é suficiente.
# Dica 2
Seja honesto com você mesmo. Você sabe onde quer ir? A incongruência entre o que as pessoas dizem, pensam e fazem, na maioria delas é imensa. Profissionais que dominam o mercado onde se inseriram têm uma disciplina afiada, cumprem "rituais" diários de estudo, observação e trabalho sérios. Você desenvolveu disciplina?
# Dica 3
Seu marketing pessoal tem que estar em dia! A máxima de nossa década de transformações ferrenhas nos aponta que marketing pessoal hoje é entregar o que fora prometido.
Então, caros amigos, analisem bem. Atentar em como está seu comportamento nas redes sociais é um dos passos para alinhar seu sucesso profissional. Querendo você ou não é necessário que nos adapatemos às demandas do mercado. Então, busque em você a verdade daquilo que deseja construir e ser.
Até a próxima.
Fique a vontade para falar comigo através do e-mail coachingfortaleza@gmail.com.