segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Técnica para mudar sua vida: identifique suas necessidades e aja!

É final de ano e com ele vem aquela chuva de artigos, treinamentos, livros e demais publicações falando de previsõesfoco, planejamento, projetos e todas as linhas possíveis de mudança de vida.

Eu mesmo passei o ano inteiro numa correria. Entre aulas, atendimentos, consultorias e na tentativa de organizar a vida pessoal, que a cada ano, perde no "orçamento de tempo" disponível, Deparei-me com situações onde era necessário escolher entre os compromissos de trabalho e os de ordem pessoal, igualzinho a você...

Quando você percebe, dezembro chegou e seus amigos já estão distribuindo os nomes do já antigo "amigo secreto" e, em tempos de crise (quantas vezes ouvimos esta expressão?), do "amigo doce".

Logo, você se depara com algumas perguntas frequentes nessa época: "Como posso avaliar esse 2015? "Financeiramente, como estou?" "Minha vida íntima como está?".... e hajam perguntas e hajam também, respostas difíceis.

Ontem mesmo fiquei me indagando: "Ignácio, qual foi teu maior aprendizado de 2015?".
Vieram tantas respostas e depois de enumerá-las, percebi que meus grandes aprendizados foram com decepções, erros de cálculo, investimentos em áreas erradas, envolver  gente inadequada em certas labutas... Lógico que tive experiências muito positivas, mas nada como a "didática do sofrimento".

Os motivos deste artigo são:
- Em primeiro lugar,  dar um reinicio às minhas publicações que andaram paradas. Percebi que preciso escrever mais, de maneira mais organizada. Eu nem sabia que tinha leitores até receber algumas mensagens estranhando minha ausência e, em...
- ... em segundo lugar, para te dizer que você não precisa de fórmulas mágicas, nem de técnicas comprovadas copiadas de autores estrangeiros, nem de passo-a-passos absurdos.

Você precisa apenas saber "o que você quer de verdade".

Se você tem dificuldade de saber do que você está precisando, se não consegue identificar seus padrões de comportamentos que lhe impedem de alcançar seus objetivos ou se há particularidades em sua rotina que você não consegue resolver sozinho (a), aí sim você precisa de auxílio profissional (de um psicólogo, terapeuta ou de um coach.
Então, avalie bem sua rotina, escreva seus próximos objetivos baseando-se nas suas necessidades reais e a partir de então, projete suas conquistas mais exponenciais.

Continuamos o diálogo em breve.
Estou disponível via e-mail (ignacio@arjperformance.com) e no Whatsapp (85) 85007588.